Anonymous. “A campanha da Africa foi una guerra futurista.” Diario de nuite, Brasil, 20/8/36. [8292-1]